sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Apenas Escrevo

O tempo passa devagar,
Tudo parado em seu lugar,
E meu olhar distante...

Penso na vida lá fora,
Nos carros que saem pra longe,
Quando na verdade não saem do lugar,
Das noites brancas, amenas,
Do vento que castiga a rua.

Não saio do lugar,
Também não há o porque,
Fico aqui e escrevo,
Escrevo sobre o que há e o que não há.

Escrevo sobre mim mesmo e
Sobre o senso comum,
Escrevo exalando tudo de meu corpo
Até a ultima gota.

Não escrevo sob pressão,
Influência ou destino,
Escrevo por que quero,
Mais que isso escrevo porque amo.

Talvez eu ame porque escrevo,
Talvez eu odeio porque escrevo,
Mas escrevo, apenas escrevo.

Nenhum comentário: