segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Um dia em BH



Sábado passado estive em BH, cheguei cansado de manha da viagem e preocupado, mas com toda razão com os diversos trabalhos que eu tinha que fazer no dia seguinte, que seriam obviamente de ultima hora e certamente de madrugada (mas deu tudo certo... ainda bem que antecipei a volta...), vi minha mãe que parecia bem feliz em me ver, algo bem bizarro já que quando eu morava em Uberlândia ela não me agüentava mais..., comi uma comida tailandesa exótica numa região afastada na grande BH conhecida como “Macacos” e de quebra vi um grande amigo meu também.

Esse dia foi uma fuga da minha rotina exaustiva de faculdade, e foi bem bacana porque gosto de BH, vejo muitas semelhanças de Belo Horizonte com o Rio de Janeiro, montanhas emoldurando a paisagem, e sem se afastar muito do centro nervoso da cidade você também encontra belos refúgios (Parque das Mangabeiras que lembra a Floresta da Tijuca )... E nos aspectos econômicos, Zona Sul bem mais rica que a Zona Norte e afins, expansão da cidade para o Belvedere que se tornara uma ”Barra da Tijuca” Belo-horizontina, os problemas urbanos são similares: Favelas e Violência, mas Belo Horizonte mantém um charme extra que são seus bares e as suas “tão odiadas” ladeiras (de onde se avista um Belo Horizonte certamente).

2 comentários:

Beatrix Kiddo! disse...

Em BH eu lembro que tinha uma ladeira, em que se vc tirasse o pé do freio, estando nela, o carro, em vez de descer, subia!
freaky...

Beterraba disse...

Sim é a ladeira do amendoim, é pura ilusão ótica!